Mitos e verdades do consumo de CHOCOLATE

“Chocolate” é o tema do mês. Que atire o primeiro ovinho de páscoa quem ainda não cedeu, mesmo que minimamente, aos prazeres de um delicioso chocolatinho nesta época do ano. Pauta da vez, afinal o que é mito e o que é verdade sobre esta delícia? A Corpare foi pesquisar, não para aliviar a culpa do consumo nos dias de feriado, mas trazer conteúdo relevante sobre o tema e para provar que comer chocolate não só não é pecado como tem várias vantagens.

Auxiliar da musculação: VERDADE

Muitos atletas de academias substituem seus shakes e suplementos por uma barra de chocolate amargo. Nele, contém uma substância chamada epicatequina, cuja oferece mais desempenho para a prática de exercícios físicos, com mais resistência a fatiga e maiores benefícios cardiovasculares.

Antioxidantes: VERDADE

Nas embalagens dos chocolates, a quantidade de antioxidantes contidos é revelada. O ideal para a saúde é que este contenha 80% de cacau na sua composição. Tais alimentos antioxidantes são capazes de neutralizar os chamados radicais livres do corpo, gerados naturalmente e aumentados com estresse, sol, entre outros. Podem dar origem a doenças, problemas cardiovasculares e também neurológicos. Não é gostoso saber que quanto mais estressado você estiver, mais chocolate você pode comer?

Ajuda os fumantes: VERDADE

Como o chocolate ajuda na produção de antioxidantes, os fumantes se beneficiam mais dessas ajudas, pois os mesmos têm mais radicais livres em seus corpos, logo a catequina e a epicatequina absorvem mais dessas partículas danosas e ajudam a diminuir os efeitos maléficos do cigarro. Entre um cigarro e outro, o cientista Pasquale Pignatelli, da Universidade de Sapienza, recomenda que os fumantes consumam de 20 a 40 gramas de chocolate amargo (mais de 70% de concentração de cacau) ao dia.

Contra inflamações: VERDADE

Civilizações ancestrais como os maias e astecas usavam o cacau para tratar problemas cardiovasculares, gastrointestinais e do sistema nervoso. “O chocolate contém elementos químicos que imitam a ação dos agentes do corpo humano que combatem a dor e a inflamação. Ele também minimiza a quantidade de substâncias inflamatórias no organismo”, afirma Paul Durham, autor do estudo e pesquisador da Universidade do Missouri, nos EUA. “Em nossos testes, usamos cacau em pó para produzir resultados mais eficientes. Chocolate amargo também se mostrou mais eficaz no bloqueio a inflamações que chocolate ao leite”. O importante é que o consumo de chocolate amargo é LIVRE.

Causa espinhas: MITO

Não coloque de forma alguma a culpa das espinhas no chocolate, afinal isso nunca foi comprovado e ainda é uma incógnita para a medicina. De uma coisa temos certeza: o excesso de chocolate assim como o excesso de qualquer outro alimento prejudica o corpo de alguma forma, logo, o chocolate pode dar espinhas também, mas isso não é cientificamente comprovado.

Causa enxaqueca: MITO

Algumas pessoas acusam uma dor de cabeça a um chocolate que elas tenham comido, porém estudos recentes não relacionam isso ao consumo dessa guloseima. Apesar de nada ter sido provado, alguns componentes do alimento como a cafeína, gorduras e feniletilamina podem causar aumento da enxaqueca em pessoas mais sensíveis. Colaboram para o aumento, não para a origem.

TPM: VERDADE

Na TPM, as mulheres mudam de humor pelo desconforto de dores e má sensações. Ao comer chocolate, há a liberação de serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem estar. Santo e delicioso remédio!

Causa dependência: MITO

É possível? Sim. É normal, hoje em dia, as pessoas se viciarem literalmente no chocolate, pois nele contém substâncias estimulantes e antidepressivas como afenietilamina, serotonina e cafeína. Para esses casos, o chocolate amargo é o mais recomendado, pois não traz riscos caso for consumido exageradamente. Essa dependência não é prejudicial à saúde caso ocorra seu corte, somente para o lado emocional mesmo, mas mesmo assim é apelidada de “vício” pelas pessoas. Contudo, não é cientificamente comprovado que o consumo de chocolate vicia.

É saudável: VERDADE

Chocolate é muito saudável e pode ser consumido sem dó. O amargo é a opção mais recomendada pois é rico em antioxidantes, flavonoides, reduz a oxidação de LDL e evita o depósito de colesterol ruim nas artérias.

Afrodisíaco: MITO

Perante a ciência, é um mito, mas todos nós sabemos que ao consumirmos chocolate, temos sensações de bem-estar, logo não está muito distante de ser afrodisíaco, não? A produção de hormônios se altera, podendo causar estímulos diferentes do comum no organismo.

Prazer: VERDADE

O chocolate causa a “produção” de Felicidade! Coma chocolate sem medo.

Fonte (Instituto Materno Infantil)

Fale Conosco

51 3084.3334
51 99170.5388

Atendimento

Segunda a Sexta 8:30 às 20:30
Sábado 8:00 às 12:00

Avaliações

Agende sua avaliação
por e-mail ou telefone.

Agendar Minha Avaliação

Siga-nos!

Fique por dentro das novidades
através de nossas redes sociais.